Social Icons

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

A indireta...direta

              Hoje cedo, vindo para o trabalho comentava com meu marido sobre a possibilidade de iniciarmos a academia. Tanto eu como ele estamos precisando embora com objetivos diferentes de trabalho. Disse a ele que quando eu chegasse aos 70 quilos queria fazer musculação para fortalecimento, já que tenho 36 anos e a pele e os músculos não têm mais a firmeza que tinham antes. 
Aí veio a pergunta:
Vc acha que já não teria chegado aos 70 quilos se seguisse a RA com mais afinco, se não se liberasse tanto nos fins de semana e festas? 
Óbvio que eu tentei discordar, disse que quero emagrecer comendo e que ele tem que respeitar minha opção de perder peso de forma diferente da dele.

Depois que saí do carro, pensei comigo na possibilidade dele estar certo. 
Sigo bem a RA durante a semana, meus hábitos realmente mudaram e vejo muita diferença da glutona que eu era para a pessoa que sou agora. Meus resultados estão aparecendo e já mandei embora praticamente 12 quilos em 4 meses de RA e AF. Só que isso poderia ter sido muito melhor se eu não me permitisse escorregar sempre que participava de festas, saídas, almoços e happy hours. 

Hoje cedo parei pra pensar e olhando minhas anotações vi que em todos os finais de semana eu ganho peso. Não coloco aqui no blog, mas há 1 mês e meio me peso no sábado e na segunda pela manhã. A pesagem oficial é a de sábado, mas a de segunda tem me assustado. Invariavelmente meu peso aumenta em torno de 1 quilo na segunda feira. Elimino esse peso até a quarta-feira e aí reduzo mais um pouquinho até a pesagem de sábado. Pensando sobre esse fato vi que a eliminação para recuperar o peso da semana anterior tem me atrapalhado bastante.

         Um exemplo: Sábado, a balança marcou 77,400 pela manhã. Fiquei feliz à beça pela eliminação de 2,400 gr desde o dia 02/01. Segui a RA direitinho durante o dia todo. Recebi visitas em casa e à noite fizemos uma comemoraçãozinha com cerveja e torta salgada que eu mesma fiz (não bebi cerveja, só tomei suco e comi torta). No domingo, foi o aniversário da minha filha e eu comi novamente coisas que "não devia" - 2 brigadeiros, 1 fatia fina de bolo e 4 salgados assados (empadinha). Resultado? Segunda com 78,900. Hoje não resisti e me pesei cedinho, 77,800. Mandei embora quase todo excesso do fim de semana, mas se não tivesse exagerado, seguindo a lógica da mesma perda de peso, hoje estaria com 76,300.


Como pode meu corpo recuperar o peso tão fácil 
se é tão difícil eliminá-lo de mim?

Será então que não é a hora de cortar de vez a bebida, petiscos, brigadeiros e outras coisinhas que tenho comido em quantidade menor?
Estou realmente dividida entre seguir como estou, mesmo eliminando pouco peso e devagar, mas comendo essas coisinhas que gosto no fim de semana ou acelerar o emagrecimento tirando essas coisas do meu cardápio de vez e voltar a elas  só quando eu chegar aos 68 quilos.
Mas e aí? 
Como ganho peso rápido, quando comer vou engordar tudo de novo? 
Jamais poderei comer um petisco ou brigadeiro?

Tenho plena consciência de que as nossas escolhas definem a gente e sei que mudei muito a minha alimentação e jamais voltarei ao que era antes, mas essa coisa de restrição me assusta um pouco. Gosto de comer e tenho prazer comendo. Meu marido não gosta quando eu digo isso, ele diz que a comida é para sobreviver e não para ter prazer. O prazer, segundo ele, vem de outras coisas. Eu concordo em partes e tenho conseguido enxergar de forma diferente, mas sei que "nunca mais" não funciona bem comigo.

Não sei o que faço, se encurto o caminho que me levará até minha meta, parando completamente com todos os "extras" correndo o risco em não saber o que vem depois da curva (manutenção da perda de peso) ou se continuo devagar e sempre como estou. Sei que a rotina ajuda a me manter focada, mas essa rotina não existe nos meus fins de semana, então caso eu opte pela primeira opção, tenho um grande trabalho a fazer comigo para me acostumar.

E vcs meninas, pensam o que disso?
Alguém tem alguma sugestão?

12 comentários:

  1. Eu acho que tu está certa. Se estivesse errada não teria perdido já 12 kg. RA não é se privar de tudo! É comer com moderação! Por exemplo, nesse aniversário da sua filha, você até que se comportou direitinho! Aposto que se fosse a 4 meses atrás comeria muito mais! Mas não, se contentou com pouco e se deu por satisfeita! Isso que é RA! Isso é o que diz qualquer nutricionista! E acho que tu só está conseguindo até agora pq não se privou de tudo 100%! É a minha opinião! Bjs! ;*

    ResponderExcluir
  2. Esse pouco q vc relatou ai não ia se transformar em um kilo do dia pra noite... alguma coisa ta errada... e pode ser q o vilão não seja só oq vc ingere de sab pra seg, mas radicalismo não funciona com ngm, não queira se privar de tudo pra depois q atingir a meta cair de boca em tudo d novo..

    Eu tbm pensava como vc: 'como q eu vou viver o resto da vida sem comer o q eu gosto?' E o livro pense magro me ajudou bastante a não pensar mais assim, e o consumo de frutas e verduras me fez abdicar de 'drogas alimentares' naturalmente.

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Pois é kel, acho que temos que entender que RA é RA independente do dia da semana né? quem não me ajuda mto é o maridão que sempre no final da noite (lá por 22h) quer comer mc donald´s e insiste que eu coma com ele senão não tem graça.. combinei que como 1 sanduiche de frango no final de semana com ele e NADA MAIS.. ele achou que era brincadeira de novo, mas jã são quase 3 semanas de RA sem sair da linha.
    http://meuemagrecimentoreal.blogspot.com.br
    @Denniblog

    ResponderExcluir
  4. Olá, olha eu faço assim... como de tudo um pouco. Claro que tem dias que eu exagero... reconheço. Mas já experimentei ficar sem o queijo... sem a batatinha... NÃO DÁ rsrsr eu tenho necessidade emocional de comer essas coisas. Mas como pouquinho. No máximo 20 gr de batatinha ou se for o caso do queijo 2 fatias no dia. Não acredito em privação total por que quando tentei fazer isso me deu acesso de comilança mesmo. Assim que eu venho eliminando os graminhas. Mas eliminando de vez. O processo de emagrecimento quanto mais lento melhor os resultados. Gosto de um chocolatinho também lá de vez em quando eu como... mas nada tão pecaminoso na minha R A rsrs
    Beijos e boa sorte!

    http://papodemulheremaisumpouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Kel eu sou suspeita a opinar, 1° porque o meu final de ano foi conturbado me levando a engordar bastante, e 2° porque eu sou muito(muito mesmo) a favor do devagar e sempre, minha ideia é quando você se priva pode acontecer de quando ter o alimento a sua frente perca se a noção do limites.

    ResponderExcluir
  6. Bem Kel, sabemos que o seu marido não está completamente errado, MAS existe algo que se chama limite pessoal, você vem conseguindo bons resultados da forma que vem se alimentando, controlando e etc. e isso é louvável. Há um estágio em que o corpo "se acostuma" e fica sem vergonha, o tal efeito platô, o que não é o seu caso.Sendo assim, acho que você deve continuar mantendo o equilíbrio sim, dentro do seu limite pessoal, vá tirando totalmente aos poucos como vem fazendo, até chegar o dia que não ti fará mais falta.
    Pense bem...
    ;*

    ResponderExcluir
  7. Eu era bem assim ... eliminava na semana e engordava tudo no domingo!
    Mas como domingo me era tentador viu!
    Agora isso nós é que temos que tentar mudar né, por que sinceramente as comidas de finais de semana são sim mais apetitosas!

    Bjs

    http://simplesassimmesmo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Particularmente acho que seu marido está correto quando diz que se vc controlasse mais os fds já teria atingido o objetivo, mas, discordo quando em fala em restrição total. Sei que deve ter doído ouvir isso justo dele, mas, é uma intimidade de bem querer que só se tem com que se ama, tenho certeza que ele disse sem maldade e com muita preocupação.
    Mas, ao mesmo tempo penso que é uma opção sua. Quem traça o caminho é você, desde que caminhe e sinta que está dando seu melhor. O SEU melhor entende? Aquele do qual vc vai ser orgulhar quando colocar a cabecinha no travesseiro, Kel :)
    Também não acredito em restrição para sempre. Mas, incorporar essas concessões as nossas RAs penso que é necessário um amadurecimento gigaaaaaaaaante do autocontrole, só assim conseguiremos parar na primeira batatinha frita que comeremos 1x por semana. Tenho uma frase, dita pela minha médica, que levo comigo - Voce não precisa comer 10 brigadeiros, o primeiro tem o mesmo gosto dos outros 9.

    Falei demais né?! hahaha

    Bom, não me leve a mal!! Te adoro!! Força!!
    BigBju

    ResponderExcluir
  10. Vou te falar por mim sabe, eu sempre saia fora nos fins de semana quando tava de ra, o problema acho q nem é o peso é a culpa, se vc se sentir bem assim otimo continue da forma lenta o importante e chegar na meta!!
    Agora também uma coisa q faço escolher uma refeiçao,um lugar p comer, que seja um big mac, uma cervejada,quando eu tava de RA escolhia no fim de semana, tinha semana q passava ilesa, mas era complicado, oque realmente implica e o exagero, se vc não conseguir se segurar nos fins de semana tenta dosar, acredito que vai continuar perdendo sim!!! beijos e se cuida!!!!

    ResponderExcluir
  11. Kel, não sei se isso é possível mas ele está certo e errado ao mesmo tempo!
    Ele está certo em dizer que se evitasse o consumo de certas coisas aos finais de semana já teria atingido seu objetivo, mas creio também que se você forçar seu limite além do que consegue vai acabar por desanimar.

    A minha dica (e de inúmeros nutricionistas) é que você não caia nessa de "fim de semana pode tudo" ou no tal "dia do lixo".

    Se você faz questão e não consegue abrir mão, faça UMA refeição por semana mais aberta, isso vai matar a sua vontade e não vai interferir tanto na perda de peso (e é melhor do que um fim de semana com DOZE refeições não tão saudaveis).

    Ah acredite também no poder da RA, gordura assim como açúcar comprovadamente viciam, dê tempo ao seu corpo de desintoxicar e você vai perceber que a vontade simplesmente desaparece!

    Beijo beijo linda

    ResponderExcluir
  12. Oi Kel,

    Eu acho que comer também é um prazer, mas a forma como nos comportamos diante dos prazeres da vida é que fazem a diferença. Claro que existem pessoas magras que comem de tudo e em grandes quantidades e não engordam, porque existe um fator biológico também.

    Você já percebeu que quando se permite comer um pouco além no fim de semana acaba engordando e eliminando o excesso nos outros dias da semana, isso não é de todo ruim, mas também atrasa um pouquinho o processo de emagrecimento e também da própria reeducação alimentar. Acho que nos fins de semana você não precisa se privar de comer o que tem vontade, a quantidade é que talvez deva ser algo que mereça mais atenção. Como a reeducação alimentar é um hábito, talvez se você tentar evitar alguns alimentos mais engordativos e que você nem sente tanta falta assim, você vai acabar se acostumando.

    Eu também tenho esse mesmo problema nos fins de semana, e por isso não estou mais comendo alguns alimentos que sei que gosto, mas que acabo exagerando, em contrapartida se tem algum alimento que gosto e sei que consigo moderar, então esse eu como, porque como já disse, comer também é um prazer.

    Espero ter ajudado.

    Beijos =)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...